quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016

My friend

Tenho tantas coisas para te dizer... Tantas.
Tantas lágrimas camufladas e outras tantas brotadas.  Mas não são as lágrimas que me atormentam. É antes o facto de não te poder ter aqui. Já partiste há mais de dois meses.
Tive-te entre os meus braços,  senti-te o coração e o teu cheiro pela última vez há exactamente 70 dias.  Custou-me imenso, foi das despedidas mais duras da minha vida. Mas não estava preparada para após estes dias todos sentir-te a falta em demasia.
Juro-te que todos os dias me lembro de ti. De ti e dos teus.
Aquele acto automático de te procurar com os olhos lá fora. Ouvir-te os passos no corredor.  Saudades de receber-te sempre tão fresca, linda e sorridente apesar de tudo e destes dias cinzentos. Eras o meu Sol daqui. A minha amiga. A minha melhor amiga.
Juro-te que não sabes a falta que me fazes.
Continuas a ser a minha amiga querida, mas a falta que a tua presença me faz, nem mesmo tendo-te no coração sempre, nem mesmo assim,  consigo sentir-te menos longe.... A vida é um vai e vem. Hoje aqui e amanhã ali. Dela, tudo o que recolhemos/retemos entre o melhor e o pior são mesmo as amizades e o carinho que nelas investimos e delas recebemos. Não fomos "amor à primeira vista" mas também não te comprei ou vice-versa. Foi assim, naturalmente, porque tens uma alegria no corpo que transmites a quem ao teu lado esteja, e em muitos momentos sem o saberes levantas-te-me do chão com essa mesma garra de viver que tens. E alegro-me de poder ter sido para ti também,  em algum momento um pouco de luz nos teus dias. Foi a tua determinação e garra que me conquistaram primeiramente e finalmente o teu carinho e dedicação . Jamais te esquecerei vá onde for e tu estejas onde estiveres.
O certo é que me dá uma tristeza imensa não te ter perto de mim, porque sem o saberes, tu, minha amiga, completavas-me. Não são só os maridos, nem os filhos que nos completam.  As amigas também.  E tu eras a "minha pessoa" . Tinha finalmente descoberto-te, e quando pensava que podíamos dar mais um passo em frente na nossa amizade,  vem a vida e diz que não.
Mas eu sei que tu estás aí.
Só tenho pena de não te poder abraçar sempre que me apeteça.
Amo-te minha amiga.
Sê feliz.

Oh!...Tenho tanto para te contar....



Fontes :
Texto : SandraPereira
Foto : My Best Friend
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...