segunda-feira, 11 de janeiro de 2016

De caixa de chocolates a caixa de brincos

Não sou nada dada a artes manuais. Tudo porque me entra uma ansiedade tal de ver o produto final que em vez de me aprimorar e fazer as coisas com calma, faço tudo à pressa e a correr. Claro que no final, sai porcaria.

Tinha aqui esta caixa de bombons, banalíssima, mas que me atraiu a atenção pelo seu separador de bombons. Achei muito prático para colocar brincos. Tenho uma caixinha com os devidos separadores, mas já me fazia falta outra, pois os meus brincos já estavam a ficar atafulhados e a verdade é que apesar de usar pouco, tenho muitos e na hora de usar não os conseguia distinguir a todos, devido ao acumulo de uns e outros.



Pensei: a minha sogra é que me podia forrar a caixinha.
Mas claro, está lá tão longe...
E não é que eu não pudesse comprar outra, ou outras, mas foi pura implicãncia minha com aquela caixa.



Estava para ali guardada num canto, quando um destes dias, me decidi a desmontar toda a decoração de Natal, e no meio de tanto arruma/desarruma encontrei um rolo de papel de veludo, verde, que tinha usado há alguns anos num trabalho manual.
Pensei: pronto.  É isto. Vou forrá-la com este papel.
O meu objectivo  não era uma coisa linda de morrer. Mas simplesmente algo que escondesse a verdadeira origem da caixa.
Quem é que quer ver chocolates, quando a sua atenção será focada na escolha de uns brincos?



Acho que não me safei nada mal.
Simples.
Como eu gosto.
Não linda de morrer, mas discreta.

Fontes:
Texto e Fotos : Sandra Pereira
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...