terça-feira, 13 de outubro de 2015

Favores ou não ...a minha "dívida" sempre a aumentar ou não...

Se as atitudes que temos e têm  connosco se pagassem em dinheiro eu estaria um pouco mais pobre.

Viver num país totalmente diferente àquilo a que estamos habituados, exige um preço caro a pagar. Sobretudo se estamos sozinhos nesse mesmo país e em algum ou muitos momentos necessitamos de ajuda de alguém que sabe mais que nós, de alguém que o pode fazer, de alguém que se disponibiliza...

Contudo, contrariamente ao parágrafo com que iniciei este post, eu sinto-me uma pessoa mais rica. Rica em carinho, amizade e respeito. MAS este não é um sentimento sentido recíprocamente por todos os que me têm ajudado. Existem alguns que sentem que todo o dinheiro que eu lhes pudesse dar como forma de pagamento pelos favores que me fizeram, não seria jamais suficiente.

E depois estão os outros. Os qur me ajudaram quando muito precisei. Os que me ajudam no dia a dia. Os que me ajudam quando estou doente, os que me ajudam quando preciso correr de urgência ao hospital, os que me vêm cá a casa a ajudar em tudo o que seja necessário pelos mais e variados motivos, os que cuidam da minha família. Da família completa. Os que se oferecem sem quererem nada em troca.  Os que simplesmente o fazem porque são boas pessoas. Humildes.



E é nessas pessoas, nas que ajudam sem se gabarem e sem "atirarem nada na cara" em quem nós, concretamente a Minha Família, investimos. Por quem sentimos sentimentos carinhosos, em quem pensamos em primeiro lugar sempre que precisamos de mais alguma coisa, e em quem depositamos total confiança, carinho, amizade e respeito.

Sinto-me, contudo, uma pessoa felizarda,  a quem apesar de surgirem muitas dificuldades, as mesmas se resolvem já seja com muita ajuda extra ou com menos...
E uma das coisas boas de precisar dessa ajuda é mesmo as amizades que ficam.

E aos que me têm ajudado sem disso se gabarem ou disso exigirem, só desejo mesmo o melhor do Mundo. Aos outros, já sabemos que a própria vida se encarregará de lhes agradecer.

Fontes :
Texto e Fotos : Sandra Pereira  e google images

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...