terça-feira, 17 de fevereiro de 2015

Lixo doméstico no Luxemburgo

À partida pensam: lixo? Mas isso é um tema básico que não merece post. Lixo é lixo. Ponto.

Mas aqui no Luxemburgo, a coisa não é assim tão linear como parece, pelo menos para nós habitantes da península ibérica, onde o processo é: lixo doméstico e reciclagem cada um em seu caixote, dos muitos espalhados pelas ruas em ambos países.

Aqui não funciona assim. É algo mais selecto, mais elegante, digamos.

Lixo Doméstico:
Cada prédio possui uma divisão, normalmente no piso térreo ou sub-térreo com ou sem acesso directo à  rua, nomeada de "poubelle" constituída por 4 paredes e cuja decoração consiste no número de caixotes de lixo individuais igual ao número de famílias/casas do prédio.
Já as casas individuais actuam ao seu critério  e gosto pessoal.
Ao largo da semana toda a produção  de lixo doméstico é colocada no caixote de lixo correspondente, e dependendo da zona, no nosso caso é na noite de Domingo, é colocado na rua ( responsabilidade  de cada proprietário ) para durante a manhã de Segunda-feira ser esvaziado pela entidade correspondente, tendo ao final do dia quando muito no dia a seguir (sob pena de a câmara proceder à recolha do caixote(facto vivido por um conhecido)), levá-lo de novo à base=poubelle.

Lixo reciclável:
Esta é a parte do tema que para mim me custou um pouco mais a ambientar devido aos hábitos a que vinha acostumada da nossa península ibérica.
Aqui funciona mesmo muito diferente.

Península ibérica:
3 tipos de reciclagem 
Caixote azul: todo o tipo de papel e cartão
☆Caixote amarelo: plástico e metal
☆Caixote verde: vidro

Luxemburgo:
Aqui não existem esses três coloridos caixotes. À semelhança  do lixo doméstico este é feito da mesma forma. Colocado ao longo de duas semanas  dentro do saco azul ( sacos distribuidos gratuitamente  pela câmara com este propósito  final ) para depois a cada 15 dias ser colocado na rua para posterior recolha pela entidade competente.
Dentro  do saco azul referido atrás ( E tem que ser obrigatoriamente dentro deste saco, caso contrário o lixo não é recolhido) vai uma mistura de tipos de materiais diferentes: papel, cartão, metal e plástico. Mas atenção, com critérios. Sim, não é todo o papel, nem todo o plástico, nem todo o metal...Enfim. Um pouco para nos complicar a vida, a nós que temos que nos habituar a algo já anteriormente  adquirido de uma forma. Contudo  nada que não seja possível  a curto prazo...

E depois está todo o outro tipo de lixo reciclável  ou não, que também tem datas (e preços ) específicos para serem recolhidos!!

Vantagens:
Sinceramente não encontro nenhumas dado que para mim são tudo:

Desvantagens:
☆Não te podes descuidar, produzindo demasiado lixo, pois podes correr o risco do mesmo não te caber no caixote.
E depois, que fazer?? Dado que não se pode deixar nenhum saco no chão /fora dos caixotes, pois não são recolhidos, as hipóteses são poucas: ou se deixa o lixo nalgum caixote de algum vizinho ( às escondidas, ou então pedindo por favor) ou se guarda para a próxima semana.

☆Para lavar o referido caixote do lixo, para eliminar maus cheiros é toda uma epopeia!! Sem água comum no prédio, só resta mesmo andar com um baldinho com água e uma vassoura atrás o que é de todo imprático.

☆Ter que andar com o caixote do lixo para cima e para baixo todas as semanas não é propriamente uma forma de fazer desporto. Chateia! Mas também é uma questão de hábito.

☆A parte mais chata é mesmo o que fazer ao lixo que temos em casa, quando o caixote da poubelle está lotado?? E acreditem, aqui na minha casa isso acontece muitas vezes!!!

☆ Quanto ao lixo reciclável esse então é só desvantagens. Que fazer às  caixas, caixinhas e caixotes que entram cá em casa???
E porquê reciclar no saco azul frascos de plástico,  por exemplo o champô  e não o de manteiga?
Ou porquê reciclar garrafas de plástico e os copos de plástico não? ??
Ou ainda porquê  reciclar embalagens de cartão  mas caixas e papel já seja simples ou de publicidade não??

Pergunto então ingenuamente:
Somos nós na Península ibérica que somos mais inteligentes ou são os outros??



Fontes :
Texto e Fotos : Sandra Pereira

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...