segunda-feira, 25 de outubro de 2010

DEPENDÊNCIA



O problema da dependência nunca acaba bem. 
Num dia dá-nos euforia, no outro dia deixa de saber bem, e no dia mais a seguir, faz-nos mal.
Por vezes, por muito que algo nos doa, largar dói ainda mais....porém as suas consequências  podem sempre vir a ser o início de uma nova vida, uma nova alegria, de algo ainda melhor do que aquilo que já foi.
No amor, na amizade, na tristeza, na alegria, no que seja, não te tornes nunca dependente ao ponto de doer pensar que vai doer mais ainda, se o caminho a seguir é a ruptura ;))
Por vezes a ruptura é o único caminho a seguir.

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Desculpa, mas vou chamar-te amor







De facto um livro que poderia levantar muita polémica entre o público, devido à diferença de idades dos protagonistas... não fosse a época em que vivemos.
Uma época onde a liberdade de sentir se vive sem escusas, nem remordimentos.
Onde os sentimentos mais que livres são vividos de forma excêntrica e sentida, verdadeira polémica e até envergonhada mas nunca escondida.
Gosto muito da existência dessa liberdade para poder ser tudo...

"Um livro tem de vasculhar nas feridas, tem de engrandecê-las. Um livro tem de ser um perigo"Cioran
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...