sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Jovens Fuziladas na Somália

"Duas raparigas foram fuziladas na Somália por um grupo radical islâmico. A população da cidade de Beledweyne foi convocada para assistir a uma punição pública, mas ninguém sabia que se tratava de duas jovens raparigas.
De acordo com a Associated Press, Ayan Mohamed Jama, de 18 anos, e Huriyo Ibrahim, de 15, foram executadas com os olhos vendados e as mãos atadas, depois de acusadas de espionagem. O jornal britânico The Guardian refere testemunhas, segundo as quais as jovens terão sido executadas sem qualquer tipo de provas, nem direito a defesa.
Augustine Mahiga, secretário-geral da ONU para a Somália classificou este acto como “horrível”, demonstrando “o completo desrespeito dos extremistas pela vida humana”.
A mim parece-me uma barbaridade, totalmente inaceitável e completamente imperdoável que estas coisas sejam aceites na sociedade em que vivemos. Uma coisa é eles terem lá a região e os costumes deles, outra coisa completamente distinta, é que ninguém tem o poder de tirar a vida a ninguém. O que mais me incomoda é que não há uma vivalma que ponha freno a isto. É  impensável aceitar esta monstruosidade, pelo que no mínimo, o que poderei fazer é contribuir para que estas coisas se saibam, até que um dia esta aberração, seja totalmente extinguida da face da terra.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...